sábado, 16 de outubro de 2010

Sou Fela - Poema de Crônica Mendes


Sou Fela

Sou Fela
Sou Problema
Sou a causa.
A minha cor transcende a pela.
Ta no sangue
Na alma.

Abençoado
Amaldiçoado
Sou Fela.
a minha ira
canalizada.
Não sigo cegamente
Sigo firme e forte
A minha mente
Permanece Fela.

O punho erguido
A cabeça erguida
Sou Fela da...
Pros putos racistas.

Sou Fela Nosso
Sou Fela Vida!

Sou Fela
causa.
Transcende a pele
Sou Fela
Ira.
Sangue, mente.
Sou Fela Nosso
Sou Fela Vida!

por Crônica Mendes
Celebrando o Fela Day Brasil 2010
Clique no nome do Poema e baixe em MP3

3 comentários:

Nando Tau disse...

Cada quebrada é uma sala de aula. Lendo as crônicas reais do Crônica outras quebradas têm a chance de fazer um intercâmbio estudantil. Todo o respeito, sempre.

Anderson Banks disse...

muito bom em parceiro, parabens...

JAIRO PERIAFRICANIA disse...

Monstro!

Simplesmente Monstro!