quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O santo não existe aqui


O santo não existe aqui

Todo corpo é vitima do tempo
Por aprisionar alma,
Permitindo tormento.
A terra em chamas, manchada de vermelho,
O céu cinza como concreto desbotado
O santo não existe aqui.
A cora purpura perseguida pelo vale da sombra e da morte
O santo não existe aqui.
O que existe são plantações humanas
Onde se colhem corpos sem alma
O santo não existe aqui.

por Crônica Mendes

6 comentários:

Daniela Mara disse...

Corpos vazios! = (

vato cria das ruas... disse...

coração vazio mentes vazias mundo deprimente!:(

Tallyta53 disse...

Nossa esse foi forte !!! muiitoo bommm .

Nívea Aghahowa disse...

Excelente!!!
Mentes vazias de conteúdo profundo e que percebem somente o supérfluo, resultado de uma consciência que travou o seu processo de evolução. Seres humanos comandados pela alienação...

Jubs disse...

Corpo vazio... mente vazia... alma aprisionada.

Nando Tau disse...

Só Deus pra preencher este espaço!