domingo, 3 de abril de 2011

O Palhaço

Sou palhaço
num mundo triste,
Onde cada sorriso que consigo
É pra sempre.
Sou palhaço,
E não me apego à tristeza,
Pois já chega...
Uma dose de bem estar
É tudo que desejo coletivamente
Minha cara pintada
Tem causa
Minhas roupas coloridas
Distraem a cidade cinza
Pintando o céu de um novo azul
Onde o concreto endureceu o coração
As lágrimas que brinco,
Amolecem cada lábio tímido.

Sou palhaço
E quando te faço sorrir
Bingo!!
Consegui meu dia bom
Sou palhaço
Não mágico
Mas desapareço com a tristeza das crianças
Os adultos de braços cruzados
são meus prediletos,
Pois sou palhaço e a eles provo
Que sorrir ainda é possível.

Sou palhaço não só no dia de hoje,
Depois da meia noite, amanhã e depois,
Eu serei sempre um bom palhaço.
Tem dias que me sinto sozinho,
Mas é passageiro,
Sou passageiro,
Não vim aqui pra servir a solidão
Ou qualquer que seja o baixo astral
eu vim pra santa ceia do riso.
Da alegria compartilhada,
Eu vim para que sejamos felizes por inteiro
Pois em algum canto alguém aguarda
um SORRISO.
Sou palhaço de um mundo triste,
Mais ainda há esperança em nós.

por Crônica Mendes

Um comentário:

vato disse...

Eu vim para que sejamos felizes por inteiro
Pois em algum canto alguém aguarda
um SORRISO.
#quebro td ..=._.=