segunda-feira, 16 de maio de 2011

Poesia de maio

http://3.bp.blogspot.com/_DiWTaHJJiUI/Sb23a1SUKFI/AAAAAAAAAMw/YUCOwn4EPTs/s320/mask_for_R_Johnson_th.jpg
Poesia de maio

Talvez você estivesse aqui,
tudo seria diferente.
Tudo seria novo,
nada mais como antes.
Mas alguém achou melhor NÃO.
Então tudo segui como era antigamente;
Igual.
Quase igual,
Era para seguir igual;
Mas NÃO.

Saudade
do que
um dia
seria nós.

O relógio atrasou novamente,
mas desta vez a campainha NÃO tocou.
Tudo ficou para uma próxima vez.
Um dia novo.
Um dia de manhã
Até lá
Até logo.

Crônica Mendes

Um comentário:

Anônimo disse...

AMO SUAS PALAVRAS E FORÇA EXPRESSIVA...
ABRAÇOS
PROFª MARNOLY