quinta-feira, 17 de maio de 2012

Que a vida seja linda (Poesia inédita)


Que a vida seja linda

Saber que a vida é uma só,
você já sabe.
O que as vezes, grande maioria, não sabe é - O que fazer da vida.
São tantas perguntas que carregamos,
mesmo aquelas que nunca perguntamos, mas que sempre estiveram presente.
São tantos olhares nos vendo.
São tantos olhares que temos.
Olhares estes, que dizem quase tudo sobre nós.
Olhar de tristeza, que lança a sorte sobre a vida pouca, ou muita. Seja ela como quiser.
E aqueles dias em que tudo parece ser contra, até mesmo o vento. Em dias assim, a vida é cheia de curvas, reta mesmo só a solidão, que mais parece uma longa estrada interminável, sem nenhuma vegetação ao lado.
Saber que a vida é uma só, é fácil, tão óbvio quanto o que se deve fazer com ela,
mas este "fazer" muitas vezes é tão sem graça, sem perigo, e viver sem isso é monótono, é vaco, é o que...
Que vida linda seja a vida, mesmo nos dias de conflitos, que vida linda seja a vida.
Esqueça a certeza, ela é uma mentira, ela é o que te deixa no mesmo lugar o tempo todo. Tenha dúvidas e tenha muitas, mas tome cuidado, busque respostas mas não queira encontrar todas elas. Deixe um pouco para o acaso, sim, o acaso existe, quem disse o contrário é por que acredita na sorte, e a sorte é apenas uma saída covarde.
Você já sabe que pode chorar, mas não revele todas as suas emoções. A sociedade é de papel e hipócrita.
Você sabe que tem medo, saiba como sentir. Terá muitas chances de enfrenta-los, mas saiba que estará enfrentando a si mesmo.
Não seja solitário,
não fique sozinho. A fé é importante, mas não tenha fé sem princípios.

Crônica Mendes

5 comentários:

Germano Gonçalves disse...

É nosso olhar quem diz: " A vida é linda", gostei, valeu!

Sentimento Abstrato disse...

Leitura BOA.

Karla disse...

Nossa Crônica,que coisa linda...de ler e reler várias vezes!

André Luis de Vasconcelos disse...

mais uma linda e inspiradora comversa do mundo com vc e noiz mesmos.
não tenha fé sem principios

a realidade é essa quem viu e vive ou viveu... obrigado por essa leitura

Nanda disse...

Muito bom, adorei!