terça-feira, 20 de agosto de 2013

No fundo do mar

http://3.bp.blogspot.com/_5GzH9xn6-rM/TJCzMbrbEMI/AAAAAAAAC8A/XdlaO1TzRSc/s1600/H%C3%A9lio+Cunha,+O+Pescador+de+P%C3%A9rolas.JPG
No fundo do mar

Amar é
A maré.
De frente por mar
O mar
de braços abertos a te esperar
pular.
Amar era antes
um acalanto, calor.
O amor é pouco diante de tamanha dor.
A amar era
uma outra era.
Hoje já era
mas quem me dera
amar como antes
amar era.
O mar, a me banhar
a salgar e depois adocicar
O banho no mar
banha meu amor pra lá e pra cá
O mar a balançar
Como amor quer me amar
Amar é
a maré.
Baixa,
mas o amor em alta.
Amar é o salto sem medo
a entrega, o mergulho profundo num quarto escuro
sem saber o que te espera
no fundo do Mar.

Crônica Mendes

Nenhum comentário: