quinta-feira, 5 de novembro de 2009

O se é


O se é.

Um dia, numa noite qualquer, sentiremos a maior falta de nós.
Se é que alguma noite pode ser qualquer.
Se é que existe nós
Se é que podemos sentir algo
se é que podemos ter a grandeza em nós.

Um dia, numa hora dessas, estaremos lamentando tudo o que não fizemos.
Se é que o tempo nos trará alguma hora
Se é que podemos ainda estar
Se é que podemos lamentar
Se é que a algo que deixamos por fazer.

Um dia, saberemos o quanto foi importante dizer “eu te amo”
se é que podemos saber de algo
Se é que podemos sentir amor

Mas talvez um dia possamos realmente entender o porquê de todas essas coisas.
Se é que teremos dia pra isso
Se é que temos capacidade de entender alguém
Se é que podemos questionar as coisas
Se é que realmente são as coisas
Ou se somos nós a complicar tudo.

Se é que podemos complicar mais alguma coisa.
O se é.

por Crônica Mendes

Um comentário:

Joice disse...

Se eh que podemos sentir amor.... estou de volta. não sei se Sofhia,mas inteira agora. AH nao sou anomima nao tá.